20 de abril de 2013


 
 
34.
 
o perfume doce
da velha jaqueira
(sem frutos, sem flores)
de qualquer maneira


 



Postar um comentário