3 de março de 2014




88.
 
o urubu empoleirou-se
no mourão da porteira:
Há algo de podre
na redondeza
 
 
 


Postar um comentário