25 de setembro de 2014


 
 
110.
 
 
o tronco sobe eriçado
de espinhos, no afã
de estender no alto
o flamboyant
 
 
 





Postar um comentário