8 de dezembro de 2015



 
159.
 
 
o verão anda
sem chuva sem rio
A jurema branca
no campo vazio
 
 
 



Postar um comentário